segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Marcos Lopes, o Nenê, sempre gostou de estudar. Ainda assim, não escapou de se envolver na vida do crime. Um caminho tentador no mundo castigado do Parque Santo Antônio, Zona Sul de São Paulo. Depois da separação dos pais, foi morar no Rio de Janeiro, onde começou a se envolver com o tráfico. De volta às origens, com aproximadamente 16 anos já era gerente de uma boca em de fumo e apesar das regalias do cargo, já tinha também muitos inimigos. Contudo, os amigos de verdade também continuaram sempre à sua volta, aconselhando Nenê a largar o que estava longe de poder ter um final feliz. E foi justamente depois de perder a melhor amiga, que o sonho de ser escritor, abafado pela vida que estava levando, começou a falar mais alto e conseguiu encerrar sua participação no crime estudar e começou a lecionar na escola da qual fora expulso em outros tempos. Hoje, Marcos é escritor e lançou o livro “Zona de Guerra”, no qual retrata a realidade em que cresceu. Formado em Letras, além de professor, é também educador social e referência para meninos e meninas. Trabalha no Instituto Rukha ajudando restaurar a autonomia de famílias que tiveram seus filhos expostos ao trabalho infantil. video

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Marcos Lopes, o Nenê, sempre gostou de estudar. Ainda assim, não escapou de se envolver na vida do crime. Um caminho tentador no mundo castigado do Parque Santo Antônio, Zona Sul de São Paulo. Depois da separação dos pais, foi morar no Rio de Janeiro, onde começou a se envolver com o tráfico. De volta às origens, com aproximadamente 16 anos já era gerente de uma boca em de fumo e apesar das regalias do cargo, já tinha também muitos inimigos. Contudo, os amigos de verdade também continuaram sempre à sua volta, aconselhando Nenê a largar o que estava longe de poder ter um final feliz. E foi justamente depois de perder a melhor amiga, que o sonho de ser escritor, abafado pela vida que estava levando, começou a falar mais alto e conseguiu encerrar sua participação no crime estudar e começou a lecionar na escola da qual fora expulso em outros tempos. Hoje, Marcos é escritor e lançou o livro “Zona de Guerra”, no qual retrata a realidade em que cresceu. Formado em Letras, além de professor, é também educador social e referência para meninos e meninas. Trabalha no Instituto Rukha ajudando restaurar a autonomia de famílias que tiveram seus filhos expostos ao trabalho infantil. video