terça-feira, 16 de junho de 2009


Marcos Lopes é a própria tradução da palavra superação. Vivia numa zona de guerra, a Zona Sul de São Paulo. Foi expulso da escola, avacalhado pela própria professora. Desceu ao fundo do poço, encontrou uma chance para sair de lá e o resultado está aí. segunda, as 19h, na Casa do Saber, no Jardim Europa paulistano, lançou o livro "Zona de Guerrra". Todos nós temos muito a aprender com a história dele, com quem tenho a alegria de conviver em eventos na Casa do Zezinho, onde hoje é colaborador. Estarei lá para pegar o autógrafo do cara. PS: Hoje, Marcos é colega de trabalho da professora que o desenganou para a vida. É professor na mesma escola que o havia rejeitado. Ao contrário de tantos outros que não suportaram a pressão e o descaso, contra tudo e contra todos, Lopes deu a volta por cima

6 comentários:

Anônimo disse...

Não Existe palavras para expressar, a importância
de uma biografia, ainda mais quando ela serve como lição de vida para muitos, quero externar o prazer que tenho em ter passado alguns dias na mesma saula na casa do Zezinho contigo, abraços
do seu amigo Natal.

Glauciana disse...

Marcos, não sabe a alegria que fiquei em ver o seu comentário no post em meu blog (www.glauciananunes.com). Que honra para mim ter você no meu espaço. E, sim, te admiro muito... não só pela sua história, mas por trilhar caminhos que eu acho nobres: a literatura. Sorte e sucesso!

SuSiRo disse...

Copio aqui o post que deixei no blog do Tas:
É um privilégio conhecer uma pessoa que apesar de tudo o que passou tornou-se um excelente exemplo para as pessoas que o conheciam na infância, que tomaram e continuam em caminhos errados.
Foi um grande privilégio acompanhar o processo de desenvolvimento do Marcos, de um cara que tinha muitos ideiais ao grande escritor que é hoje. Como disse minha amiga Suelen: "Sou orgulhosa por compartilhar da amizade dele!".
Marcos, que você possa crescer muito mais e atingir o que antes parecia inalcançável.
Um grande beijo.

SuSiRo disse...

Markinhos, esqueceu de colocar o link pro blog do Tas. Confere os comentários tb! Bjs
http://marcelotas.blog.uol.com.br/arch2009-04-16_2009-04-30.html

Oli disse...

Além de ter dado a volta por cima tem estado a fazer a outros o que lhe fizeram a ele, ou seja, a ajudar os mais desfavorecidos! Bem hajas Marco, pessoas como tu há poucas e são precisas muito mais!

Marjorie disse...

Má,
Por tudo que já passou,por tantos caminhos percorridos,tantas lutas vencidadas, podemos afirmar que conseguiu a sua Maior Recompença.
Você Merece! O Livro: Zona de Guerra é apenas o começo de tantos outros que ainda estão por vir!
Continue sendo a pessoa Maravilhosa que é.

Estarei aos eu lado sempre !!!!!

terça-feira, 16 de junho de 2009


Marcos Lopes é a própria tradução da palavra superação. Vivia numa zona de guerra, a Zona Sul de São Paulo. Foi expulso da escola, avacalhado pela própria professora. Desceu ao fundo do poço, encontrou uma chance para sair de lá e o resultado está aí. segunda, as 19h, na Casa do Saber, no Jardim Europa paulistano, lançou o livro "Zona de Guerrra". Todos nós temos muito a aprender com a história dele, com quem tenho a alegria de conviver em eventos na Casa do Zezinho, onde hoje é colaborador. Estarei lá para pegar o autógrafo do cara. PS: Hoje, Marcos é colega de trabalho da professora que o desenganou para a vida. É professor na mesma escola que o havia rejeitado. Ao contrário de tantos outros que não suportaram a pressão e o descaso, contra tudo e contra todos, Lopes deu a volta por cima

6 comentários:

Anônimo disse...

Não Existe palavras para expressar, a importância
de uma biografia, ainda mais quando ela serve como lição de vida para muitos, quero externar o prazer que tenho em ter passado alguns dias na mesma saula na casa do Zezinho contigo, abraços
do seu amigo Natal.

Glauciana disse...

Marcos, não sabe a alegria que fiquei em ver o seu comentário no post em meu blog (www.glauciananunes.com). Que honra para mim ter você no meu espaço. E, sim, te admiro muito... não só pela sua história, mas por trilhar caminhos que eu acho nobres: a literatura. Sorte e sucesso!

SuSiRo disse...

Copio aqui o post que deixei no blog do Tas:
É um privilégio conhecer uma pessoa que apesar de tudo o que passou tornou-se um excelente exemplo para as pessoas que o conheciam na infância, que tomaram e continuam em caminhos errados.
Foi um grande privilégio acompanhar o processo de desenvolvimento do Marcos, de um cara que tinha muitos ideiais ao grande escritor que é hoje. Como disse minha amiga Suelen: "Sou orgulhosa por compartilhar da amizade dele!".
Marcos, que você possa crescer muito mais e atingir o que antes parecia inalcançável.
Um grande beijo.

SuSiRo disse...

Markinhos, esqueceu de colocar o link pro blog do Tas. Confere os comentários tb! Bjs
http://marcelotas.blog.uol.com.br/arch2009-04-16_2009-04-30.html

Oli disse...

Além de ter dado a volta por cima tem estado a fazer a outros o que lhe fizeram a ele, ou seja, a ajudar os mais desfavorecidos! Bem hajas Marco, pessoas como tu há poucas e são precisas muito mais!

Marjorie disse...

Má,
Por tudo que já passou,por tantos caminhos percorridos,tantas lutas vencidadas, podemos afirmar que conseguiu a sua Maior Recompença.
Você Merece! O Livro: Zona de Guerra é apenas o começo de tantos outros que ainda estão por vir!
Continue sendo a pessoa Maravilhosa que é.

Estarei aos eu lado sempre !!!!!